PUBLICIDADE

Hemofilia

Profilaxia

IMPRIMIR

TAMANHO DA FONTE

+-

O que é profilaxia

O tratamento profilático consiste na infusão do fator de coagulação deficiente com infusões frequentes e programadas antes da ocorrência do sangramento

O tratamento profilático consiste na administração do fator de coagulação deficiente (VIII ou IX) com infusões frequentes e programadas, que podem variar de duas ou mais vezes por semana, em pessoas com hemofilia grave ou com sintomas de grave que nunca tiveram sangramentos ou a partir do primeiro sangramento. No início do tratamento, é utilizada uma infusão por semana para a adaptação do paciente ao tratamento. Posteriormente, o número de infusões semanais pode aumentar para duas ou mais se o hematologista assim decidir. Estas infusões frequentes permitem que a pessoa com hemofilia apresente em sua circulação sanguínea o fator VIII ou IX em quantidades suficientes para que não ocorram os sangramentos espontâneos.

Profilaxia primária

Ocorre quando há reposição de concentrado do fator VIII ou IX de forma contínua e ininterrupta, a longo prazo. Pode variar de duas ou mais vezes por semana, antes da ocorrência do episódio de sangramento, para pacientes até três anos de idade com hemofilia grave ou com sintoma de grave. É realizada antes ou após a ocorrência da primeira hemartrose ou hemorragia grave. É o tratamento de eleição da Federação Mundial de Hemofilia (WFH, sigla em inglês) e também recomendado pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

Profilaxia secundária de curta duração

A profilaxia secundária de curta duração é a reposição de concentrado do fator VIII ou IX, por tempo determinado, para o tratamento de sangramentos frequentes e/ou complicações leves a moderadas. Indicada para pacientes acima de três anos, sem limite de idade, para pessoas com hemofilia leve e moderada, após a ocorrência de três sangramentos em uma mesma articulação, em um período de até seis meses ou outras complicações. As infusões podem ser administradas duas ou mais vezes por semana e o tratamento deve durar de três a 12 meses, podendo ser renovado. Não necessita de autorização prévia do Ministério da Saúde para realização.

Profilaxia secundária de longa duração

A profilaxia secundária de longa duração é a reposição de concentrado do fator VIII ou IX, de forma contínua e ininterrupta, para pessoas com hemofilia grave ou com sintomas de grave. Indicado para pacientes acima de três anos, sem limite de idade, após a ocorrência de dois ou mais sangramentos em uma mesma articulação ou uma hemorragia grave. A infusão deve ser administrada duas ou mais vezes por semana, sem prazo de término. O perfil dos pacientes vai determinar a dose e frequência das infusões. Não necessita de autorização prévia do Ministério da Saúde para realização.

VEJA TAMBÉM